TUBERCULOSE: AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE DE BARUERI REALIZAM BUSCA ATIVA DOS SINTOMAS RESPIRATÓRIOS

combate_a_tuberculose

Ação aconteceu até o dia 15 de março durante as visitas domiciliares pelo programa Saúde em Casa

 

A Secretaria de Saúde de Barueri, em parceria com o Instituto de Saúde e Meio Ambiente (ISAMA) realizaram no último mês de março a “Busca Ativa dos Sintomas Respiratórios”, por meio de agentes comunitários de saúde do Programa Saúde em Casa. A busca por pacientes que apresentaram durante as consultas na rede municipal, sintomas de tosse intensa com suspeita de Tuberculose foi realizada até o dia 15 de março.

Durante as visitas domiciliares dos agentes comunitários de saúde, foram oferecidos exames aos pacientes e aos usuários das Unidades Básicas de Saúde.

A Busca Ativa dos SR é caracterizada como uma sequência de atividades, que segue desde o contato e a identificação de SR no domicílio até ao encaminhamento para seguimento ambulatorial dos casos diagnosticados. Isto significa que em vez de esperar a pessoa adoecer e procurar o atendimento médico, com a Busca Ativa já se faz o exame de todas as pessoas que apresentam tosse há mais de três semanas para verificar se são portadoras do bacilo da tuberculose.

Para realização da busca, os agentes tiveram treinamentos para identificação dos sintomas em outubro do ano passado. Foram quatro dias de treinamentos, realizados em 19, 20, 21 e 22 de outubro.

Como funciona

Com a estratégia, ocorre a descoberta precoce de casos de tuberculose, reduzindo a transmissão da doença e evitando sequelas ou as mortes.

Cuidados

O tratamento para a tuberculose é totalmente gratuito. Ele é feito com a dose diária de comprimidos para combater o bacilo e inclui geralmente o uso de quatro antibióticos durante seis meses.

O tratamento, porém, pode demorar dois anos ou mais, caso o indivíduo não o siga corretamente o que é recomendado pelo médico ou se for uma tuberculose multirresistente. O medicamento deve ser diretamente administrado ao paciente, observando e registrando a ingestão de cada dose da medicação pelo profissional da saúde. O médico deverá orientar o paciente sobre quanto tempo ele deverá tomar o medicamento e alertá-lo para que tome os remédios todos os dias, sempre na mesma hora, na UBS mais próxima de casa.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *