CRIANÇA: AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE DO ISAMA BARUERI RECEBEM CAPACITAÇÃO “MATERNO INFANTIL”

agentes de saúde barueri

Programa Saúde em Casa, promovido pela Prefeitura, em parceria com ISAMA, leva orientações e cuidados com a saúde das crianças para moradores a domicilio

Uma das principais etapas dos trabalhos dos agentes comunitários de saúde do Programa Saúde em Casa, desenvolvido pela Prefeitura, em parceria com o Instituto de Saúde e Meio Ambiente (ISAMA), é o acompanhamento da criança. Para melhor desenvolver a ação, os agentes receberam a capacitação “Materno Infantil”, com base no Guia Prático para o Agente Comunitário de Saúde.

Foram quatros dias de orientações (23, 24, 25 e 26 de fevereiro), com duração de três horas, no Instituto Técnico de Barueri. O ISAMA distribuiu um exemplar do Guia do Agente Comunitário, do Ministério da Saúde, por equipe.

Os agentes comunitários são responsáveis por acompanhar todas as crianças de suas áreas de atuação. A capacitação teve como foco as ações de prevenção das doenças e promoção à saúde.

Entre as atividades abordadas, está o incentivo ao cumprimento do calendário vacinal, a busca ativa dos faltosos às vacinas e consultas, a prevenção de acidentes na infância e o incentivo ao aleitamento materno, que é uma das estratégias mais eficazes para redução da morbimortalidade (adoecimento e morte) infantil e possibilita um grande impacto na saúde da criança.

Durante a visita domiciliar, os agentes devem avaliar também a higiene do ambiente, das roupas, dos objetos usados pelo bebê e orientam para que as pessoas tenham o entendimento de que um ambiente sujo propicia a proliferação de micro-organismos causadores de doenças. Ao perceber as condições de vida da família na visita domiciliar, ele pode verificar a possibilidade de deixar a casa mais arejada e iluminada.

Os problemas que surgem durante a infância são responsáveis por graves  consequências para os indivíduos. A atuação do agente comunitário de saúde tem o objetivo de contribuir para minimizar o aparecimento desses problemas.

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *