Projetos

ATENÇÃO! APROVADO PROCESSO SELETIVO - ISAMA SANTO ANDRÉ


O Instituto de Saúde e Meio Ambiente torna pública a relação do aprovado para a vaga de Motorista do município de Santo André/SP.

O aprovado deverá comparecer à Rua Primeiro de Maio nº 157 – sala 54, no dia 07/06/2016, às 10h00, munidos dos seguintes documentos:

CLIQUE AQUI

ATENÇÃO! DIVULGADA LISTA DE APROVADOS NO PROCESSO SELETIVO ISAMA SANTO ANDRÉ -


O Instituto de Saúde e Meio Ambiente torna pública a relação dos aprovados no Processo Seletivo 01/2016 do município de Santo André/SP.

Os aprovados deverão comparecer à rua Primeiro de Maio nº 157 sala 54, no dia 25/01/2016, conforme horários abaixo determinados e munidos dos seguintes documentos:

CLIQUE AQUI

DENGUE: SAIBA COMO DENUNCIAR FOCOS DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI EM CUBATÃO -


Recipientes com acúmulo de água, terrenos com criadouros, piscinas sem manutenção, entre outros casos, podem ser relatados à prefeitura pelo DISQUE DENGUE

A população de Cubatão tem mais um canal para denúncias de focos do mosquito Aedes aegypti. O DISQUE DENGUE, do Centro de Controle de Zoonoses do Departamento de Vigilância à Saúde de Cubatão, em parceria com o Instituto de Saúde e Meio Ambiente (ISAMA), está recebendo ligações pelo número 3361-2166, de segunda à sexta feira, sempre das 8 às 17 horas. 40 denúncias foram realizadas em apenas um semana.

Recipientes com acúmulo de água, terrenos com criadouros, piscinas sem manutenção, entre outros podem ser relatados à administração municipal. As denúncias sobre focos de Aedes aegypti é um mecanismo que contribui ainda mais na luta contra o mosquito. “Toda reclamação recebida entra no cronograma de atividades e é atendida de acordo com a urgência. Se não for algo que exija uma atuação imediata, ela é atendida em sequência de data”, explica a agente ambiental em saúde, Isabel Cristina, responsável pelo recebimento das ligações.

Quando um caso suspeito de dengue é informado pelo Núcleo de Geoprocessamento da Secretaria Municipal de Saúde, uma equipe é enviada para fazer um trabalho de bloqueio de criadouros, que intensifica a ação no local da notificação. No caso de denúncia de terrenos particulares, a Vigilância notifica o proprietário. Se não houver providências, é necessária ação judicial para entrar no local.

As verificações das denúncias são realizadas periodicamente, assim como as ações de casa a casa. Também é realizada a Avaliação da Densidade Larvária (ADL) do mosquito, que avalia a situação do município quanto à infestação do transmissor da Dengue, bem como os recipientes e tipos de criadouros mais frequentes. Os resultados são tabulados por meio do índice de Breteau. Essa amostragem se dá pelo cálculo de números de recipientes onde são encontradas larvas de Aedes aegypti dividido pelo número de imóveis vistoriados e multiplicados por 100.

Confira a reportagem produzida pela TV Tribuna, afiliada Rede Globo, sobre o assunto:

Clique aqui

Agente ambiental em saúde recebe denúncias de focos do mosquito Aedes aegypti e repassa para as equipes responsáveis que verificam as solicitações

Agente ambiental de Vigilância em saúde, Isabel Cristina, recebe denúncias de focos do mosquito Aedes aegypti e repassa para as equipes responsáveis que verificam as solicitações

Reprodução TV Tribuna

Reprodução TV Tribuna

Agentes se deslocam para o local da denúncia (Reprodução TV Tribuna)

Agentes se deslocam para o local da denúncia (Reprodução TV Tribuna)

PARCERIA: ISAMA E DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA À SAÚDE DE SANTO ANDRÉ COMPLETA ANO COM AÇÕES EM PROL DO BEM ESTAR DOS MUNÍCIPES -


Trabalhos de rotina e eventos realizados promoveram a orientação sobre o desenvolvimento socioambiental

Os conceitos de vigilância à saúde mudaram ao longo do tempo. Se antigamente utilizávamos a quarentena como ação de vigilância, por exemplo, hoje, desenvolvemos uma atuação bem mais ampliada como instrumento efetivo de saúde pública. A Prefeitura de Santo André, junto com o Instituto de Saúde e Meio Ambiente (ISAMA) realizam diversas atividades socioeducativas e trabalhos de rotina para promover a consciência sobre a questão ambiental e evitar a geração de problemas de saúde pública.

Neste ano de projeto, o ISAMA cooperou no desenvolvimento de ações em todos os setores do Departamento de Vigilância à Saúde (DVS). Foram realizados trabalhos de combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti, controle da população murina na cidade, além de atuações em eventos educacionais com o foco na orientação e prevenção de riscos à saúde coletiva.

O objetivo dessas atividades é inserir os profissionais ambientais no dia a dia das comunidades para promover uma boa qualidade de vida e estabelecer a necessidade da participação da sociedade como um todo na preservação e bem estar do ambiente.

Confira as atividades realizadas:

Controle de proliferação do mosquito Aedes aegypti para prevenir a Dengue, Vírus Zika e a Chikungunya

Equipes visitaram diariamente imóveis para combater a proliferação do mosquito e orientar os moradores sobre os cuidados básicos. Também foram coletadas amostras de larvas de mosquitos pelas equipes de combate ao Aedes aegypti durante atividades de rotina, Casa a Casa, bloqueio de criadouros e nos mutirões de controle de vetores. A coleta é enviada ao laboratório para a identificação das espécies. Esse trabalho é importante para estabelecer informações de locais do município que estejam infestados para um controle efetivo dos mosquitos.

ISAMA SANTO ANDRE

ISAMA SANTO ANDRE 02

Controle de população murina

As ações visam diminuir o número de roedores do município e criar condições de manter controlada essa população murina por meio de medidas operacionais, educativas e de mobilização popular. Com esses trabalhos, foi possível elaborar estudos para ações direcionadas ao combate de novas espécies de roedores.

ISAMA SANTO ANDRE 05

Apoio às equipes e monitoramento

Equipes da Vigilância ambiental realizaram visitas em residência de pessoas que acumulam inservíveis e fizeram acompanhamento e possíveis retiradas desses resíduos. Com a ajuda do órgão ambiental municipal, também foram monitorados locais que utilizam a água de soluções alternativas (como poços rasos). Foram feitas coletas de amostras de água de locais servidos pela rede publica para saber a qualidade da água que a população recebe em suas residências. As equipes do ISAMA participaram dos trabalhos oferecendo apoio aos técnicos do órgão municipal.

ISAMA SANTO ANDRE 06

Participação em eventos

As equipes também participaram de diversos eventos na cidade, promovendo a orientação sobre os cuidados básicos para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, com distribuição de informativos, exposição de maquetes da casa certa e casa errada, ciclo evolutivo do Aedes aegypti e atividades educacionais para crianças, jovens e adultos.

ISAMA SANTO ANDRE 07

Coleta de amostras de sangue em animais para investigação de Febre Maculosa

Veterinários e técnicos do Departamento de Vigilância à Saúde de Santo André realizaram trabalhos de coleta de amostras de sangues de animais para detectar febre maculosa. As ações foram desenvolvidas na região do Jardim Santo André. As equipes do ISAMA  apoiaram a ação, mobilizando os donos à levarem seus animais até o local de coleta. Também foi elaborado um censo animal para melhor organização dos trabalhos.

ISAMA SANTO ANDRE 08

DENGUE: CUBATÃO ESTÁ EM GUERRA CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI -


_20160107_153607

Secretaria de Saúde lançou a campanha Estamos em guerra contra o Mosquito da Dengue na última quinta-feira (07). Ações para eliminação de criadouros serão intensificadas com a criação de brigadas. O Instituto de Saúde e Meio Ambiente (ISAMA) está junto nessa guerra, participando das estratégias para o combate ao vetor

 

Cubatão começou 2016 com quatro casos de dengue notificados aguardando confirmação de resultado. No ano passado, de janeiro a dezembro, foram 198 pessoas infectadas pelo mosquito Aedes aegypti. Não há casos de chikungunya ou zika vírus confirmados.

Para evitar o avanço das doenças, a Prefeitura de Cubatão deu início a nova fase de combate ao mosquito Aedes aegypti. Os detalhes das ações foram divulgados na última quinta-feira (07), no lançamento da campanha Estamos em guerra contra o mosquito da dengue.

Planejamento

Por meio do decreto assinado pela prefeita Márcia Rosa, foram criadas “brigadas contra a dengue”. A brigada terá uma equipe de multiplicadores em cada próprio público, assumindo o compromisso de supervisionar o espaço, identificando e eliminando criadouros do mosquito. Os multiplicadores serão capacitados pelo Núcleo de Educação e Comunicação do PROVAS (Programa de Vigilância Ambiental em Saúde).

A partir de fevereiro, os mutirões para identificação e eliminação dos criadouros do inseto também serão intensificados. As equipes formadas por 150 agentes comunitários de saúde irão fazer uma varredura na cidade, visitando as áreas (residências) cobertas pelo PROGRAMA SAÚDE DA FAMÍLIA e os edifícios públicos, indústrias e estabelecimentos comerciais serão cobertos pelas equipes de Vigilância Ambiental em Saúde. Haverá punição com multas para os estabelecimentos dos chamados “pontos estratégicos urbanos” (borracharias, ferros-velhos, depósitos de materiais, entre outros) que não cuidarem da eliminação do mosquito e possuírem focos da dengue. “Em caso de reincidência, o valor pode dobrar. As multas partem de R$ 800,00, mas podem chegar a R$ 10 mil, dependendo da gravidade da situação”, esclareceu Maria Adelaide Gonzalez, diretora do Departamento de Vigilância Ambiental à Saúde.

As visitas aos “imóveis especiais”, locais onde há grande circulação de pessoas, seguirão por meio de um cronograma de atividades. Para o melhor desenvolvimento das ações, Cubatão foi dividida em seis diferentes áreas.

Nos pontos estratégicos industriais, que são equipamentos que funcionam dentro das fábricas, os agentes de vigilância ambiental irão monitorar os espaços e capacitar funcionários das empresas para darem prosseguimento a rotina de prevenção.

Outra ação é a reativação do DISQUE-DENGUE. Pelo número 3361-2166, a partir da próxima segunda-feira (11), a população poderá denunciar locais com focos do mosquito.

Aviso

Reforçando que a população não deve receber o agente que não estiver usando crachá de identificação e uniforme. Em caso de dúvida ou suspeita, o cidadão deve acionar o DISQUE-DENGUE e relatar a situação.

Confira as fotos do lançamento da campanha:

_20160107_144830

Dr. Francisco Carlos Bernal, presidente do Instituto de Saúde e Meio Ambiente (ISAMA)

_20160107_151056

Maria Adelaide Gonzalez, diretora do Departamento de Vigilância Ambiental à Saúde

_20160107_154234

Adriana Coluci Marques, coordenadora de gestão, e Luis Claudio Pereira, coordenador do DVS pelo ISAMA

_20160107_145410 _20160107_145616 _20160107_151425 _20160107_151456 _20160107_151846 _20160107_153309 _20160107_154520 _20160107_181235 IMG_20160107_144304586 IMG_20160107_145254922 IMG_20160107_151731073 IMG_20160107_154115419_HDR

SANTO ANDRÉ PARTICIPA DA SEMANA DE INTENSIFICAÇÃO CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI -


Equipes do Departamento de Vigilância à Saúde, em parceria com o ISAMA realizaram atividades socioeducativas e trabalhos de prevenção e combate

       

O Departamento de Vigilância à Saúde de Santo André, em parceria com o Instituto de Saúde e Meio Ambiente (ISAMA) desencadearam uma série de ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, durante a Semana de Intensificação contra o transmissor das doenças Dengue, Zika Vírus e  Chikungunya, realizadas entre os dias 23 e 28 de novembro.

As equipes realizaram atividades de casa a casa, vistorias em pontos estratégicos (terrenos e ferros velho) e imóveis especiais, além de ações educativas com distribuição de material informativo em supermercados, shopping e bairros. Também foram realizadas atividades lúdicas para as crianças, com explicação sobre o ciclo do mosquito.

Confira as fotos das ações desenvolvidas durante a semana de intensificação:

    Shopping Atrium

vistoria e orientação vistoria e orientação 1 vistoria e orientação 2 vistoria e orientação 3

vistoria e orientação 4 vistoria e orientação 6

   Trabalhos de Campo (Jardim Milena, divisa com Bairro de Baita Neves-SBC)

vistoria e orientação 8 vistoria e orientação 7

vistoria e orientação 9 vistoria e orientação 10

   Pedágio nos farois: Escola Estadual Américo Brasiliense

vistoria e orientação 11 vistoria e orientação 12

   Pedágio: Entrada Estacionamento Prefeitura (Farol de pedestres)

vistoria e orientação 13 vistoria e orientação 14

   Orientação à população e atividades para as crianças na Rua Cel Oliveira Lima 

vistoria e orientação 15 vistoria e orientação 16

    Maquetes, amostras de possíveis criadouros, larvas vivas e ciclo evolutivo 

vistoria e orientação 17 vistoria e orientação 18

vistoria e orientação 19 vistoria e orientação 20

vistoria e orientação 21 vistoria e orientação 22

vistoria e orientação 23 vistoria e orientação 24

vistoria e orientação 25 vistoria e orientação 26

vistoria e orientação 27 vistoria e orientação 28

    Ações em Supermercados: Orientações sobre doenças transmitidas pelo mosquito

                                                                             Nagumo

vistoria e orientação 29 vistoria e orientação 30   vistoria e orientação 31

 

 

 

 

 

 

 

                                                                           Carrefour

vistoria e orientação 32  vistoria e orientação 33

vistoria e orientação 34 vistoria e orientação 35

                                             Cooperativa de Consumo – Rua Coqueiros

vistoria e orientação 36 vistoria e orientação 37

vistoria e orientação 38

                                                                             Sonda

vistoria e orientação 39 vistoria e orientação 40

vistoria e orientação 41 vistoria e orientação 42

vistoria e orientação 43 vistoria e orientação 44

                                         Ações de casa a casa: Chácara da Baronesa

vistoria e orientação 45 vistoria e orientação 46

vistoria e orientação 48 vistoria e orientação 51

vistoria e orientação 50 vistoria e orientação 52

vistoria e orientação 49   vistoria e orientação 53

vistoria e orientação 55